,

Nova Série da Netflix "Big Mouth" promove a Sexualização das Crianças

terça-feira, 26 de setembro de 2017 70 comentários

O trailer da nova série animada da Netflix "Big Mouth" é uma experiência desconcertante e promove uma agenda perturbadora nos meios de comunicação de massa: a sexualização das crianças. Bem-vindo ao mundo doentio da mídia.

A série possui as vozes dos principais nomes da comédia, como John Mulaney, Jordan Peele, Nick Kroll, Maya Rudolph e Fred Armisen. Apesar dessa lista de talentos impressionantes (e caros), a série será provavelmente horrível. Não acredita em mim? Esse trailer deve ser o suficiente para convencê-lo. A sensação de assistir a esse trailer de quase 3 minutos de duração é de que o episódio de 30 minutos não será uma boa coisa.

Mas aqui está, se você estiver preparado para isso, é claro. Você não precisa assistir.


Aqui estão algumas cenas desse trailer.

Um "monstro hormonal com chifres" (expressado 
por um homem adulto) aparece no quarto de dois meninos 
pré-adolescentes para fazer com que um deles ejacule.

Um pai diz assustadoramente a seu 
filho que ele poderia "beijar um pênis".

Esta garota pré-adolescente fala com sua própria vagina.

O trailer termina com o monstro dizendo brincando que a Netflix insistiu em ter essas coisas na série. Pra falar a verdade mesmo, o que ele disse é verdade.

A Agenda Por Trás da Netflix

Só levou alguns anos para que a Netflix se tornasse um dos maiores criadores de conteúdo do mundo. Só neste ano, a Netflix deverá gastar mais de U$ 6 bilhões em criação de conteúdo.

É claro, com um ótimo orçamento e exposição, naturalmente, um agenda acaba vindo junto. Um grande número de produções recentes da Netflix estão fortemente contaminadas com mensagens sociais, políticas e outras propagandas.

Por exemplo, a série da Netflix, "Bill Nye Save the World", criou críticas severas para fazer a ciência real atender agendas específicas.

Por alguma razão bizarra e perturbadora, a sexualização das crianças também faz parte da agenda. Gradualmente, novos conteúdos continuam aparecendo, indo um pouquinho longe demais, afastando a decência moral, para poder justificar essa sexualização de crianças.

Por quê? Porque Hollywood e a elite mundial estão cheias de "amantes de crianças" (você sabe o que estou querendo dizer), e eles querem normalizar seus desejos perversos.

Fonte: The Vigilant Community
Colaboração: Dunai Junior

Veja Mais
Desenho "Clarêncio, o Otimista" Ainda Infestado de Simbolismo Illuminati
That Poppy: Uma Youtuber Sobre Controle Mental Illuminati


Imagens Simbólicas (julho & agosto/17)

domingo, 24 de setembro de 2017 8 comentários

Taylor Swift está de volta com seu novo álbum "Reputation", e a capa é 
claramente mais uma alusão ao "um olho". Ela se tornou rapidamente uma 
das maiores artistas Illuminati, e seu novo vídeo é sobre ela receber uma nova 
persona sombria, como parte da narrativa "boa menina se tornou má" que 
tantas outras já experienciaram (se ainda não viu a análise, clique aqui).

A imagem promocional do documentário de Lady Gaga
é também mais uma alusão ao "um olho". Eles sempre usam sua
criatividade para marcar esses artistas com esse mesmo sinal.

A cantora Lorde está de volta também com um novo álbum
 e quer mostrar para todos que também faz parte desse grupo.

Miley Cyrus posa como um borboleta para um trabalho de
 David LaChapelle (veterano na indústria). Uma maneira clássica 
de representar uma escrava MK (uma borboleta, nua, impotente 
e à mercê de seus manipuladores)

Kesha é mais uma que sempre foi retratada como uma escrava MK 
Beta-kitten. Nessa foto, ela mostra sua nova tatuagem felina na mão. 
Apesar de seus esforços para se libertar dos laços de Dr. Luke, ela
 continua uma Beta-kitten em sua mente.

Paris Jackson parece estar se juntando
 ao mesmo sistema que matou seu pai. 

 Jim Carrey postou recentemente um vídeo explicando seu amor pela pintura. 
Algumas de suas pinturas eram altamente simbólicas e cheias de imagens MK. Nesta,
 um homem (Carrey?) é "cortado, despedaçado e costurado de volta" (essas palavras exatas
 estão escritas no peito). Um olho aparece voando longe, e sob o outro está inscrito "cego?".
 As palavras "drogado", "silenciado", "usado e abusado", "contaminado" e "não datado 
sedado" podem ser encontrados na pintura. As palavras "saia demônios!" e "saia bruxas
 de sangue!" Estão escritas na parede. Essas referências de ser despedaçado, abusado,
e ocultismo, são partes do controle mental. Esta pintura é muito reminiscente

Outra pintura feita por Jim Carrey - programação monarca. Não 
vamos esquecer que Jim Carrey está dando sinais de estar acordando 
de sua programação com aquele típico comportamento bizarro 
acompanhado de um escárnio sistemático da mídia.

A modelo Ashley Graham foi apresentada na revista New York com um ensaio que
 é 100% sobre a programação Beta-Kitten. Se você sabe um pouco sobre o simbolismo 
relativo à programação Beta (ou Sex-Kitten), você irá reconhecê-lo imediatamente 
aqui. Para começar, a capa da revista é 100% dedicada às estampas felinas 
(usadas para identificar Beta-Kittens no sistema Monarca).

Aqui Ashley Graham encarna "Marilyn" para o ensaio. Isso
 é apropriado porque Marilyn foi uma pioneira da programação 
Beta-Kitten (leia a série de artigos sobre ela aqui). Além disso,
 observe o sinal do "um olho" sutil aqui.

 Esta capa da publicação italiana Robinson La Republicca é sobre 
o futuro. Tendo em vista o gigantesco Olho que tudo vê dentro do 
triângulo, o futuro é sobre a Agenda da elite. 

 Arnold Schwarzenegger e o sinal do "um olho" 
em imagem promocional do filme Deadpool 2.

 O cantor italiano Francesco Gabbani também entrou 
na onda dos artistas que fazem sinal do "um olho".

Como de costume, todos os meses toneladas de
capas e revistas mostram o sinal do "um olho".

Capa da revista Vogue Coreia.

Uma revista italiana... teve muita Itália hoje.

Gwen Stefani lança nova música de natal (já?) e mostra 
que nunca é fora de época fazer o sinal do "um olho".

Foto tirada durante um show do The Weeknd. Dá pra ver 
claramente a  palavra SATAN na tela de fundo, enquanto
 várias pessoas aplaudem. É isso aí, produção!

 Katy Perry estreou sua nova turnê e como já era
  esperado, está tudo relacionado ao Olho que tudo vê.

O palco tem um grande Olho que tudo vê atrás.
Ela realmente abraçou o simbolismo este ano.

Esta imagem de Katy Perry em cima desta mão com o olho gigante 
atrás representa como ela está nas mãos da elite oculta literalmente.


, , ,

Quem Matou Kurt Cobain? – Os Mistérios de Hollywood – Parte II

sábado, 23 de setembro de 2017 6 comentários

"Os Mistérios de Hollywood" é a nova série do nosso blog e canal. Espero que vocês estejam compartilhando para que mais pessoas se interessem por esses assuntos. A parte II é basicamente a continuação do caso Kurt Cobain, um dos maiores mistérios da década de 90. Existem várias evidências que suportam a teoria de que Kurt foi possivelmente assassinado, como vocês viram na parte I e verão nesta continuação. Se quiserem aprender mais sobre o caso, assistam ao excelente documentário "Soaked in Bleach".

Se ainda não assistiu à primeira parte, clique aqui.


Veja Mais
Quem Matou Kurt Cobain? – Os Mistérios de Hollywood – Parte I
O Significado Oculto de Taylor Swift "Look What You Made Me Do"


, ,

Desfile de Moda Satânico dentro de Igreja na London Fashion Week

quinta-feira, 21 de setembro de 2017 10 comentários

A designer turca Dilara Findikoglu apresentou sua coleção Primavera/Verão 2018 na London Fashion Week e não foi nada menos que uma missa negra satânica. Na verdade, o evento ocorreu no altar da igreja de St. Andrew em Londres e incorporou simbolismo oculto e satânico pesado. Em suma, o evento resumiu tudo sobre o mundo da moda.

Embora Dilara Findikoglu seja considerada uma "rebelde do mundo da moda", ela está perfeitamente em linha com a filosofia da indústria. Ela não está se rebelando, ela está fazendo exatamente o tipo de coisa que eles "querem" que ela faça.

Por esse motivo, celebridades como Rihanna, FKA Twigs e Grimes foram vistas com as criações de Findikoglu.

Seu último desfile de moda teve a artista Brooke Candy (seus vídeos estão cheios de imagens MK) e a artista Violet Chachki.

Brooke Candy caminha pela pista. Para este 
evento, a Igreja foi transformada em um templo 
ocultista, mais precisamente: uma loja maçônica.

O fundo é basicamente um mosaico de imagens maçônicas. De cada lado estão os pilares maçônicos e entre eles está a letra G dentro de um pentagrama invertido. Embaixo, está o Olho Que Tudo Vê dentro de um hexagrama. Há também o esquadro maçônico e o compasso lá. Para completar, a pista era um piso quadriculado preto e branco.

Aqui está uma imagem maçônica clássica para comparação.


Nesse contexto oculto, as modelos estavam vestidas com uma infinidade de símbolos.

Esta modelo está com um vestido de noiva e um 
véu branco. Em seu rosto está desenhado um sigilo.

Um sigilo é um símbolo inscrito ou pintado que é dito conter poder mágico. O termo geralmente se refere à assinatura pictórica de um demônio ou outra entidade e é usado na magia cerimonial. O sigilo particular na testa da modelo é bastante reminiscente do Sigilo de Lúcifer.

Um pingente que contém o Sigilo de Lúcifer 
(também conhecido como Selo de Satanás).

Em suma, a modelo é basicamente uma "noiva de Satanás".

O artista drag queen Violet Chachki usava 
uma roupa muito vermelha... e chifres de diabo.
 Isso está acontecendo dentro de uma igreja.

Historicamente, uma Missa Negra é um ritual caracterizado pela inversão da Missa latina tradicional celebrada pela Igreja Católica Romana e pela profanação de objetos cristãos para fins satânicos. O fato de as modelos caminharem dentro de uma igreja usando chifres de diabo recorda o conceito de Missa Negra.

Esta pessoa alegre parece caminhar com um par de chifres feitos
 com cabelos. Além disso, um sigilo é desenhado no rosto da modelo.

Esta modelo tem um grande Olho de Hórus
 desenhado em seu rosto. Isso nos indica que esse
 evento foi "santificado" pela elite oculta.

Existe alguma influência "punk rock", mas na 
maior parte, há uma influência de símbolos ocultistas.

 À esquerda, está o símbolo do Skull & Bones - uma sociedade secreta de elite.

 Logo do Skull & Bones.

Este vestido é sobre o conceito hermético de dualidade
 (também exemplificado pelo piso quadriculado).

Este vampiro tem um sigilo na testa. Em seu manto parece haver um
 anjo caído. Lúcifer era um anjo caído segundo a teologia cristã tradicional.

Esta modelo está com um vestido vermelho ritualístico e um
 grande pentagrama desenhado em seu rosto. A maioria dos modelos
 foram transformados em objetos mágicos, como se fossem parte 
de um ritual mágico.

Além da cruz invertida desenhada em seu rosto, ela está 
com a perna e o seio esquerdo expostos. Além disso, ela tem um 
grande adorno em volta de seu pescoço. Isso lembra algo?

Esta é uma imagem de um candidato à iniciação
 maçônica. Seguindo o ritual, o peito esquerdo e a perna 
esquerda estão expostas ao usar um laço no pescoço.

Este cara tem um par de cruzes invertidas em sua camisa.

Esse desfile de moda é uma representação perfeita da mentalidade da indústria da moda hoje. Não se trata apenas de "roupas" ou "moda", trata-se de eventos ritualísticos, uma celebração artística da mentalidade satânica da elite oculta.

Ao caminhar com sigilos mágicos, símbolos ocultos e outros adereços ritualísticos em todo o corpo, os modelos estão sendo transformados em objetos magicamente carregados, transformando esse "desfile de moda" - que ocorreu dentro de uma Igreja - em um ritual satânico com alta potência mágica.

Fonte: The Vigilant Citizen

Veja Mais
O Desfile de Moda Mais Satânico do Mundo
Modelos denunciam Práticas Sádicas no Mundo da Moda


, ,

"Butterfly Effect" mostra Travis Scott sendo recrutado pela Indústria

segunda-feira, 18 de setembro de 2017 13 comentários

Atrás do visual psicodélico do vídeo de Travis Scott "Butterfly Effect" há uma mensagem escondida, contada através do simbolismo: a introdução de Travis Scott à indústria de entretenimento da elite e ao sistema de controle mental Monarca.

Travis Scott é um rapper e produtor que iniciou sua carreira nos bastidores, colaborando com os cantores Kanye West, Jay-Z e Madonna. Ele então lançou sua carreira solo e, com a música de sucesso "Antidote", Scott encontrou sucesso comercial. Depois, ele foi impulsionado para a vanguarda do mundo do rap. Após o lançamento de seu segundo álbum, "Birds in the Trap Sing McKnight", Scott firmou sua marca registrada e experimentou o estrelato. Pouco depois, as coisas começaram a se tornar... simbólicas.

Embora Scott, às vezes, seja criticado por "fazer rap sobre nada", um tema claro surgiu em seus últimos trabalhos: a programação Monarca (se você não sabe o que é isso, leia este artigo primeiro).

Na verdade, parece que Scott foi recrutado para promover o simbolismo MK da elite para suas hordas de jovens fãs. Quando um novo artista mostra talento, carisma e grande potencial, não demora muito para serem recrutados pela elite. Depois, seu trabalho se torna "contaminado" com sua agenda. Então temos o "efeito borboleta".

Se você precisar de uma prova imediata, este print retirado do vídeo resume tudo em uma única e poderosa imagem:

Travis solta borboletas depois que ele é atingido por 
um raio (representando a terapia com eletrochoque)

Antes de ir mais adiante no significado oculto de "Butterfly Effect", vejamos algumas das coisas que Travis tem se associado nos últimos meses. Elas ilustram que o simbolismo do "Butterfly Effect" não é simplesmente sobre estética, mas sobre Travis Scott sendo usado pela elite oculta para promover seu sistema Monarca.

Travis Scott no "Love Galore" de SZA

Pouco antes do lançamento de "Butterfly Effect", Travis Scott apareceu no vídeo de SZA "Love Galore". Aparentemente, a música fala sobre SZA se arrependendo de voltar com um ex-namorado (interpretado por Scott). No entanto, o simbolismo do vídeo leva as coisas para um nível mais escuro.

No vídeo, SZA e Travis Scott cantam enquanto
 borboletas Monarcas voam ao redor dele.

No quarto, SZA amarra Scott na cama e bate muito nele.

SZA então vai para a janela e olha para fora, em direção a alguém que espera em um carro.

Essa pessoa segura um grande bastão de madeira. Uma 
borboleta monarca pousa na mão da pessoa, insinuando 
que ele é um produto da programação Monarca.

Essa pessoa, então, entra e espanca com fúria Travis Scott até a morte,
 enquanto ouvimos gritos horríveis e vemos muitas gotas de sangue no teto.

Então, vemos a assassina sentada e rindo com sangue por 
toda parte. Uma borboleta monarca está em seu ombro.

Fato interessante: a camisa da assassina tem um 
padrão que se assemelha ao símbolo maçônico.

Então o que tudo isso significa? Aparentemente, SZA contratou uma assassina louca para matar Travis Scott. Ou, sabendo que a programação Monarca é usada para treinar assassinos, a borboleta Monarca sentada na assassina pode sugerir que ela é um produto do MKULTRA.

O vídeo é um aviso para Travis? Ele representa o destino das celebridades que não agem de acordo com o plano, ou seja, são mortas por uma ferramenta da elite?

Seja qual for o caso, "Love Galore" é mais um vídeo que apresenta sangue gratuito, violência e assassinato. Travis foi sugado para o mundo tóxico da cultura monarca. E falando de tóxico...

Curtindo as Jenners

Embora sejam extremamente desinteressantes, encontrei-me pesquisando sobre as Kardashians e as Jenners por TANTO TEMPO. Por quê? Porque eles são a "família nº 1" de Hollywood e encarnam tudo o que está errado com a indústria. Desde ensaios fotográficos sexuais a inúmeras imagens de moda que estão repletas com o simbolismo da programação Beta, sem mencionar a mudança de sexo de Caitlyn Jenner, os Kardashians são usados ​​para servir a agenda da elite. Pior ainda, a família se transformou em uma teia de aranha de Viúvas Negras que atraem celebridades famosas antes de destruí-las (#OndeEstáKanye).

Infelizmente, Travis Scott parece estar preso nessa teia pegajosa, visto que ele é o namorado atual de Kylie Jenner. Ele recentemente fez notícia porque foi pego com uma pintura de Kylie Jenner por alguns paparazzi.

Travis Scott e Kylie Jenner fotografados por um paparazzi.

Como de costume, os meios de comunicação de massa ignoraram completamente a parte mais importante da imagem acima: QUE DIABOS É ESSA PINTURA?

Esta pintura é uma reminiscência de imagens desenhadas
 por sobreviventes reais do Monarca (ou seja, Kim Noble). 
Por que Kylie está andando com isso?

A "pintura" apresenta um homem palito com a boca costurada, fechada (ou alguma coisa assim) e com uma borboleta na cabeça. Algo vermelho parece estar escorrendo no fundo da figura. A pintura também apresenta grandes borboletas, cruzes e o nome "Jack". Em outras palavras, contém um monte de símbolos associados à programação Monarca. Fato relevante: Kylie e Travis recentemente fizeram tatuagens de borboletas. Cuidado, Travis.

Este é o presente de Travis Scott para Kylie para o aniversário dela:

Uma borboleta de U$ 60.000.

Considerando a pintura que vimos acima, a borboleta é mais do que apenas uma borboleta. Trata-se de fazer parte do sistema MK. As imagens em torno de Travis apontam diretamente para isso. E agora, vejamos o vídeo "Butterfly Effect".

Butterfly Effect

O termo "efeito borboleta" é originário da teoria do caos e afirma que pequenas diferenças iniciais podem levar a grandes consequências imprevistas ao longo do tempo. Portanto, podemos assumir que o objetivo de Travis Scott é explicar como as pequenas coisas que ele fez no passado levaram ao seu enorme sucesso e estilo de vida pródigo.


Por essa vida, não posso mudar
Hidden Hills, no fundo
M&M's, doce como o bastão de doces


No entanto, há um duplo sentido acontecendo aqui. De fato, "efeito borboleta" também pode significar "estar sob o efeito do sistema Monarca", o que significaria exatamente o oposto da diversão e da liberdade implícita na letra.

Hidden Hills é um bairro ao norte de Los Angeles, que é o lar de Drake, Kylie Jenner (e o resto da família Kardashian/Jenner - incluindo Kanye West), Miley Cyrus e muitos outros peões da indústria. Por que o "sucesso" está automaticamente associado a viver nessa região geográfica específica? Porque é o centro da elite de Hollywood e é onde ocorre alguns dos seus atos mais sombrios. Embora viver em uma mansão elegante no norte de Los Angeles parece incrível, isso é basicamente uma prisão para muitas celebridades de propriedade da elite.

M&M refere-se a pílulas MDMA - também conhecidas como o êxtase. Enquanto muitos utilizam essa droga por seus efeitos eufóricos, ela também é usada na programação Monarca.


"O êxtase (MDMA) é uma droga de uso ilegal, mas é usada pelo governo e programadores de
culto. Drogas, como o êxtase, aumentam a confiança entre o destinatário e o programador. Seu efeito dura várias horas." 

- Fritz Springmeier, the Illuminati formula to create a mind control slave


Drogas são usadas dentro da sede da elite de Hollywood. O sonho inicial se transforma em um pesadelo claustrofóbico.

No vídeo, Travis anda em um carro esportivo, enquanto as meninas dançam ao seu redor fazendo poses sexy. No entanto, o simbolismo que envolve essas coisas implica que todos eles são "de propriedade" de um sistema extremamente opressivo.

Uma modelo lambe e morde uma maçã com borboletas nela - uma 
maneira simbólica de representar a droga para a programação MK.

Algumas modelos literalmente soltam borboletas, uma
 maneira bastante flagrante de retratar escravos Monarcas.

Observe a maquiagem em torno da boca dessa garota.

As linhas que se estendem a partir de seus lábios recordam uma forma brutal de tortura conhecida como "Glasglow Smile".


Glasglow Smile: Um apelido para a forma de tortura que consiste em cortar o rosto de uma vítima das bordas da boca até a orelha, o corte ou suas cicatrizes formam uma "extensão" do que se assemelha a um sorriso. Normalmente, a vítima recebe um pequeno corte, cerca de 1/4 "-1/2", nos cantos da boca e, em seguida, é ferida ainda mais por chutes, esfaqueamento ou outros meios, fazendo com elas gritam e os cortes rasguem ainda mais.



Será que essa maquiagem "criativa" realmente se refere a um escravo MK sendo submetido à trauma violento?

Uma coisa é certa, o próprio Travis Scott é submetido a uma forma violenta de trauma no vídeo.

Travis Scott é severamente atingido por um raio no final do vídeo.
 Eu acho que é melhor do que ser morto por uma senhora psicopata.

Observe como o cérebro de Travis é realçado em vermelho, implicando 
que o relâmpago está trabalhando em sua mente. Ele solta borboletas, o 
que significa que ele é agora um produto da programação Monarca.

A iluminação é uma referência clara à forma mais utilizada de tortura no controle mental baseado em trauma: terapia com eletrochoque. Através de choques violentos, as vítimas são empurradas para a dissociação total, permitindo que os manipuladores criem múltiplas personalidades.

O vídeo termina com uma escrava super-mega 
Monarca no nível Beta emergindo de um carro esportivo.

Em suma, através de um véu de diversão e psicodelia, o vídeo coloca em jogo um grupo de pessoas jovens e elegantes sob o controle da programação Monarca. Enquanto o vídeo parece retratar o estilo de vida despreocupado de um rapper com muito dinheiro, seu simbolismo conta outra história: "The Hidden Hills" é uma prisão cheia de "drones sem alma" e Travis Scott está envolvido com as mesmas pessoas que fizeram que Kanye West tivesse um colapso mental.

Conclusão

"Butterfly Effect" é um exemplo clássico da insidiosa cultura pop: embora pareça ser sobre diversão e liberdade, é exatamente o oposto. Ela comercializa os horrores da programação Monarca em um pacote visualmente legal e fascinante.

Travis Scott foi "recrutado" pela elite de Hollywood e o intenso simbolismo monarca que o rodeia demonstra claramente isso. Ele estando envolvido com os Jenners é uma maneira de apresentá-lo ao lado escuro da indústria, fazendo dele "um nome familiar". Esperamos que ele não acabe sendo mais um jovem arruinado pelo "feitiço" da família nº 1 de Hollywood.

Fonte: The Vigilant Citizen