, , ,

Desenho "Clarêncio, o Otimista" Ainda Infestado de Simbolismo Illuminati

segunda-feira, 24 de abril de 2017 2 comentários

No post Simbolismo Illuminati em Novo Desenho da Cartoon Network "Clarêncio, o Otimista", mostramos como o desenho "Clarêncio, o Otimista" estava infestado de simbolismo Illuminati desde quando começou há três anos atrás. Este outro episódio intitulado "Clarêncio Wendell e O Olho de Coogan" leva as coisas para outro nível. Eles querem mais um vez fazer essas simbologias ficarem cada vez mais "na moda" e parecerem cada vez mais "legais" para as crianças.


Veja Mais 
Simbolismo Illuminati em Novo Desenho da Cartoon Network "Clarêncio, o Otimista" 
Disney Ainda Expõe as Crianças a Simbolismos e Temas Questionáveis no Desenho "Gravity Falls"


, ,

O Verdadeiro Significado de Britney Spears "Slumber Party"

domingo, 16 de abril de 2017 26 comentários

O vídeo de Britney Spears "Slumber Party" é mais um exemplo de um vídeo pop celebrando as práticas obscuras da elite oculta. No estilo do filme "De Olhos Bem Fechados", esse vídeo mostra, de forma simples no entanto, como rituais da elite acontecem e como escravas MK são usadas para servirem homens da alta elite.

Assista à análise em vídeo:


Veja Mais 
As Mensagens Ocultas (e não tão ocultas) no "De Olhos Bem Fechados" de Stanley Kubrik - Parte 1 
Melanie Martinez e o Universo Perturbador de "Cry Baby"


, ,

Estudante do Acre desaparece deixando uma Sala Repleta de Símbolos Ocultos

domingo, 9 de abril de 2017 26 comentários

Um estudante brasileiro desapareceu misteriosamente, deixando para trás uma sala trancada coberta de textos criptografados, 14 livros manuscritos e uma enorme estátua do ocultista Giordano Bruno.

Bruno Borges, um estudante de 24 anos do Acre, teria desaparecido no dia 27 de março depois de completar um projeto secreto composto de milhares de páginas de textos criptografados combinados com símbolos misteriosos. Junto com referências à Bíblia, à alquimia, à demonologia e a Leonardo da Vinci, Borges deixou um quadro bizarro dele com um alienígena - levando algumas pessoas a concluir que ele teria sido... sequestrado por alienígenas.

Borges estava pedindo às pessoas para investir em seu projeto secreto sem revelar qualquer informação sobre ele. Ele disse a sua mãe que ele estava escrevendo 14 livros que mudariam a humanidade de um jeito bom. Depois de receber R$ 20.000 de seu primo, ele foi capaz de terminar o seu projeto.

Aqui estão as fotos dessa misteriosa sala.

Borges deixou 14 livros cheios de textos
 criptografados e diagramas ocultos/científicos.

Todos os textos nos livros e nas 
paredes estão escritos em códigos.

No meio da sala está uma estátua de 
Bruno Giordano que vale milhares de dólares.

A estátua está sobre um diagrama complexo que 
se assemelha ao símbolo alquímico da transmutação.

Um santuário com a Virgem Maria. 

Quadro de Bruno Borges com um alienígena.

Outro quadro bizarro retrata uma figura encapuzada com o mesmo 
símbolo visto aos olhos de Borges e do alienígena. A figura segura uma 
cruz ansata (conhecida como a cruz egípcia ankh). Há também uma 
cruz cristã pendura na parede. A sala inteira mistura imagens
 católicas com ocultismo.


Aqui está um vídeo da sala em questão.


A peça central dessa sala, a estátua de Giordano Bruno, fornece insights sobre o significado de toda essa configuração.

Giordano Bruno foi um frade italiano, filósofo, matemático, poeta e teórico cosmológico do século XVI. Ele é principalmente conhecido por sua combinação única de conhecimento esotérico extraído do hermetismo, magia egípcia e da Kaballah com teorias sobre o cosmos e a vida extraterrestre.


"Giordano Bruno (1548-1600) é considerado entre os apologistas extraterrestres como um mártir de livre-pensamento. Nascido em Nápoles, Bruno era um padre católico, monge dominicano, filósofo, hermetista, cabalista, matemático e astrônomo. Influenciado por Lucrécio, sua cosmologia foi muito além do modelo de Copérnico, propondo que o sol era apenas uma estrela ordinária e, além disso, que o universo continha um número infinito de mundos povoados por seres alienígenas inteligentes. Aprofundando no conhecimento oculto, Bruno preferiu o raciocínio mágico ao matemático. A fé de Bruno era descrita como "um panteísmo materialista incoerente". Além disso, Bruno argumentou que suas crenças não contradiziam as Escrituras ou a religião verdadeira. No entanto, isso levanta a questão: o que ele considerava como verdadeira religião?

Bruno definiu a magia como "o conhecimento da ciência da natureza". Dentro da cosmovisão renascentista, era comum fundir magia e ciência, porque ambos exploram e procuram ganhar domínio sobre a estrutura do universo. Da mesma forma, religião e magia foram confundidas porque ambas respondiam às principais perguntas e ofereciam comunhão com o divino. Assim, para Bruno, a magia era a ferramenta para realizar os fins da ciência e da religião. Embora parecessem estar em desacordo com a postura fria, dura e materialista a que estamos acostumados, os cientistas naturalistas são os herdeiros aparentes de muitas das tradições ocultas".

- Cris D. Putnam, Giordano Bruno


A obra de Frances Yates "Giordano Bruno e a Tradição Hermética" descreve ainda mais a mistura única da magia esotérica e da cosmologia de Bruno.


"Bruno era um religioso hermetista intenso, um crente na religião mágica dos egípcios como descrito em Asclepius, o retorno iminente do qual ele profetizou na Inglaterra, levando o sol Copérnico como um presságio no céu deste retorno iminente. Copérnico entendia sua teoria apenas como um matemático, enquanto ele (Bruno) via seus significados religiosos e mágicos mais profundos.

Assim, o maravilhoso limite da imaginação pelo qual Bruno estendeu seu copernicanismo a um universo infinito povoado de mundos inumeráveis, movendo-se e animando-se com a vida divina, foi visto por ele - através de seus mal-entendidos de Copérnico e Lucrécio - como uma vasta extensão da Gnose hermética, da visão do mago sobre a vida divina da natureza.

O egipcianismo de Giordano Bruno era demoníaco e revolucionário, exigindo a plena restauração da religião egípcia-hermética".

Frances A. Yates, "Giordano Bruno e a Tradição Hermética"


A autora Karen Silvia de León-Jones acreditava que Bruno era primeiramente um cabalista e concluiu:


"Bruno está implementando essas superestruturas angélicas pelas quais os demônios são controlados, e esta é precisamente a magia demoníaca."

Karen Silvia de León-Jones, Giordano Bruno e a Cabala


A sala de Borges é claramente um santuário para o trabalho de Giordano Bruno com, possivelmente, alguns insights acrescentados.

Onde está Borges?

Bruno Borges

A família de Borges está aparentemente abalada pelo desaparecimento do estudante de psicologia de 24 anos.


O pai do estudante, o empresário Athos Borges, disse que viu pela última vez seu filho quando ele deixou sua casa em Rio Branco, no Acre, sem dinheiro depois do almoço de 27 de março.

Ele disse que a família recebeu alguma informação, mas nada concreto e nada que indique o que aconteceu.

Ele disse ao G1.Globo.com: "Tentamos ligar para ele em seu celular, mas está desligado."

"Ele nunca fugiu antes. Ele não pegou nada e a última vez que o vimos ele estava saindo de casa."

A mãe de Borges, Denise Borges, disse ao jornal que a família almoçava junta e que tudo parecia bem.

Ela disse: "Ele era inteligente. Na escola ele sempre foi diferente - um líder nato com altos poderes de persuasão".

"Ele é um rapaz de bom coração."

O Sr. e a Sra. Borges tinham acabado de voltar de uma viagem de um mês antes de seu desaparecimento.

Enquanto estavam longe, a irmã de Borges, Gabriela, disse que seu irmão se isolara em seu quarto, que ele sempre mantinha trancado.

Gabriella diz que ela acredita que seu irmão tem um "plano" e está trabalhando na publicação dos 14 livros manuscritos encontrados em seu quarto.

Ela disse: "Estávamos muito preocupados. Agora pensamos que ele está bem. Ele tem um projeto, que é a publicação desses 14 livros.

"Eu acho que ele tinha que fazer isso dessa maneira."

Os 14 manuscritos - cada um com um número romano em cima - foram encontrados na sala escrita com códigos nas paredes. 

– The Mirror, Alien enthusiast mysteriously disappears


O Departamento de Investigação Criminal está investigando o desaparecimento de Borges. De acordo com o investigador Fabrizzio Sobreira, o caso permanece confidencial, mas todas as possibilidades estão sendo consideradas.

O que aconteceu com Bruno? Será que ele foi morto em algum ritual? Será que está querendo chamar atenção para então poder tornar suas obras conhecidas? Será que ele vai reaparecer? Nós não sabemos ainda, há poucas informações, mas o resultado de quem se envolve com o lado negro desse mundo nunca foi bom.

Fonte: VC

Veja Mais
O Misterioso Caso de Elisa Lam
O que aconteceu com a Atriz Mischa Barton? - Outro Estranho Caso de Colapso Mental em Hollywood


That Poppy: Uma Youtuber Sobre Controle Mental Illuminati

segunda-feira, 3 de abril de 2017 33 comentários

O canal do YouTube de um artista chamada That Poppy tem confundido seus inscritos durante anos. Por trás da estranheza de seus vídeos há uma história perturbadora: o controle mental de uma jovem estrela pop.

Depois de receber vários e-mails solicitando análise em That Poppy, eu sentei e passei por mais de 70 vídeos em seu canal no YouTube. A experiência foi, para dizer o mínimo, perplexa. Passar mais de alguns minutos assistindo a essa menina falando com um tom infantil e robótico, repetindo palavras e frases específicas rapidamente o leva a pensar: "O que estou fazendo com a minha vida?" e "Eu deveria estar fazendo algo melhor agora".

Mas That Poppy não é uma personalidade aleatória do YouTube que está simplesmente sendo "aleatória". Ela é uma artista de música que assinou com a Island Records (propriedade da Universal). Seus singles "Lowlife" e "Money" foram fortemente promovidos pela gravadora e obtiveram airplay significativo no rádio e na TV .

Embora seu canal oficial VEVO contém os poucos vídeos musicais que ela lançou na Island Records, That Poppy também aparece em um canal separado do YouTube, onde vídeos bizarros e absurdos são carregados regularmente. Por exemplo, este vídeo mostra That Poppy repetindo "I'm Poppy" por mais de 4 minutos.

Muitos desses vídeos curtos parecem satirizar estrelas do YouTube que tagarelam sobre coisas estranhas, implorando por curtidas, comentários e inscritos e usam sua fama para vender seus produtos. Mas, à medida que os vídeos progridem, os temas associados ao controle mental monarca e à elite oculta satânica começam a surgir. Através de pistas sutis salpicadas ao longo de seus vídeos, vemos That Poppy sendo introduzida para o lado negro da indústria... e a humanidade sendo sugada dela. Sua voz robótica e a repetição constante de palavras-chaves específicas são reminiscentes das práticas de programação neurolinguística (PNL), fazendo com que os espectadores do YouTube instintivamente perguntem "Estou recebendo lavagem cerebral por aquela menina?".

O que torna esses vídeos ainda mais perturbadores é que eles estão ficando cada vez mais obscuros à medida que That Poppy entra mais a fundo na indústria.

Vejamos os temas mais importantes de seus vídeos - que são os temas favoritos da indústria do entretenimento. Claro, eu não vou passar por todos os 70 vídeos, porque isso seria INSANO... a mesma coisa  de se fazer um vídeo de 30 minutos de uma menina tocando um xilofone minúsculo.

Controle Mental

Em seus primeiros vídeos, That Poppy era um pouco mais "humana", expressiva, e falava sobre música e sobre ser uma artista. Depois, símbolos do controle mental apareceram em seus vídeos e as coisas ficaram mais sombrias.

Em My Telephone Is Not Plugged In, That Poppy fala em um telefone que não está claramente conectado, um símbolo clássico em controle mental monarca, representando um escravo controlado por um manipulador.

"Olá, meu telefone não está conectado".

Poppy então diz:

"Eu preciso ser uma nova pessoa. Eu preciso mudar minhas roupas".

Essa é uma referência para o objetivo final da programação monarca: criar um novo alter-persona controlado por um manipulador.

No vídeo 3:36, That Poppy fica obcecada pelo número 3:36.

That Poppy olha para o relógio dela e continua repetindo "São 3:36"
 e "3 + 6 = 6". Ela estava programada para reagir a esse número. 
Esse número se tornará mais relevante mais tarde.

Em Am I OK?, That Poppy alude novamente ao processo de criação de um alter persona MK-ULTRA. Ela diz:

"Você já desejou poder se reiniciar? E se você pudesse se reiniciar como um computador?"

O vídeo termina com ela dizendo:

"Eu acredito que tudo vai ficar bem."

Então seu nariz começa a sangrar.

Seu sangramento no nariz dá dica para o fato de que nada
 está bem e que ela está sendo programada para repetir frases 
como "Tudo vai ficar bem" e "Não se preocupe com isso".

Em They Have Taken Control, as coisas tornam-se explícitas.

Poppy parece completamente fora de si. 
Ela usa um suéter com temas de arco-íris.

Escravos MK são incentivados a irem "além do arco-íris" para a dissociação quando eles estão sendo programados. No fundo, uma voz robótica diz:

"Você vai prometer lealdade a Poppy. Você fará tudo que Poppy diz".

O vídeo termina com a voz do robô dizendo:

"Prepare-se para a sequência de programação 2... Programação concluída".

Claro, o título desse vídeo "Eles tomaram o controle" explica tudo.

O vídeo a seguir, intitulado Oh No!, retrata o resultado da programação.

Uma segunda That Poppy aparece. A 
primeira começa a sangrar pela boca. 

A segunda That Poppy representa a criação de um alter-persona MK. O fato de a primeira sangrar pela boca indica o trauma e abuso sofrido durante a programação. O sangue também liga a história de That Poppy com uma artista que misteriosamente desapareceu de cena: Mars.

Mars Argo e Titanic Sinclair

Entre 2009 e 2015, a banda Mars Argo lançou algumas músicas, alguns vídeos virais e desfrutou de alguns rumores online. A dupla consistia na cantora Mars que, como That Poppy, era uma jovem cantora loira, e Titanic Sinclar, o "mestre" por trás de tudo isso.

Mars Argo.

A carreira de Mars, no entanto, teve uma parada quando a banda dissolveu-se e vários vídeos foram excluídos da internet. Um vídeo assustador dela continua desaparecendo e reaparecendo, onde ela fala por uma webcam e faz coisas estranhas.

Em um ponto, ela aponta uma arma para sua 
cabeça dizendo: "Qual é o sentido de tudo isso?". 

Então ela começa a dizer "eu só queria 
tudo" e sangue derrama de sua boca. 

No final do vídeo, algo é dito em sentido inverso. Quando não invertido, ouvimos: 

"Se você quer tudo, você não pode ser distraído pela ilusão que você criou. Somente quando sua mente está em silêncio você pode ver claro o suficiente para desfrutar de sua vida e esquecer seus desejos. Seus desejos são irrelevantes". 

Fato interessante, esse vídeo dura exatamente 3:36 - o horário que Poppy fica obcecada.

Desde esse vídeo, Mars basicamente desapareceu da internet, fazendo com que muitos seguidores perguntassem "Onde está Mars?" e fomentassem rumores de que ela fugiu... ou estava morta.

Desde então, Titanic Sinclair tornou-se o homem por trás de That Poppy. De muitas maneiras, ela é a continuação de Mars, outra fantoche pela qual Titanic Sinclair promove sua visão. Será que Mars desapareceu depois de ficar muito perto do lado negro do controle mental? Bem, não importa o que possa ser, That Poppy está também envolvia nisso. O vídeo onde o sangue sai de sua boca a liga diretamente a Mars.

De volta para os vídeos de That Poppy. 

Controle Mental Profundo 

Em Sunglasses, o discurso de Poppy é interrompido por uma falha bizarra MK. Em um ponto ela diz:

"Minha parte favorita sobre meus óculos de sol é que eles me permitem ver coisas que normalmente não estão lá."

Quando That Poppy coloca seus óculos de sol, vemos Titanic 
Sinclair no reflexo... vestindo uma máscara branca assustadora?

Com esse olhar, nós compreendemos que Titanic Sinclair é o manipulador de controle mental e That Poppy é a escrava MK.

À medida que os vídeos progridem, That Poppy se transforma em um robô cada vez mais sem vida que está claramente sob o controle de pessoas sombrias.

Em Charlotte Interviews Poppy, That Poppy responde a perguntas feitas por Charlotte, uma jornalista (ou algo assim) atuada por um manequim.

No simbolismo MK, os manequins representam escravos programados.
 Charlotte termina obcecada com That Poppy e querendo tomar seu lugar.

A entrevistadora notou uma mudança em That Poppy, que coincide com seus eventos relacionados ao MK. Charlotte pergunta:

"Tenho problemas em entender seus vídeos ultimamente. Está tudo bem?"

That Poppy responde roboticamente:

"Eu amo meus fãs, minha gravadora e meu manipulador."

"Manipulador" é um termo usado no controle mental para descrever a pessoa encarregada da programação MK.

Quando Charlotte pergunta:

"Poppy, eu quero saber o que está acontecendo".

That Poppy responde:

"Eu adoraria te contar. Mas você não está pronta para a verdade".

Em vídeos subsequentes, vemos várias indícios de que ela está sob controle mental, pois ela pergunta a alguém fora da câmera "o que você quer que eu diga", ela está sob a influência de drogas (que são usadas ​​por manipuladores para programar seus escravos) e até mesmo recebe ameaças de morte.

Em Step 1, That Poppy guia os espectadores enquanto eles estão aparentemente recebendo uma lavagem cerebral por frequências de som. Em suma, essa escrava MK está sendo usada para programar seus próprios fãs - não ao contrário de estrelas na indústria do entretenimento.

Em Certain Words, That Poppy alude a um conceito importante no controle mental  monarca: o uso de palavras-chaves. That Poppy diz:

"Você já foi acionado por uma palavra?"

Ela diz mais tarde:

"Talvez um dia, quando eu for uma verdadeira garota, eu serei uma verdadeira artista".

Ela transmite a ideia de que ela é um robô programado para responder a palavras-chaves específicas.

Em What Do Dreams Feel Like, That Poppy diz:

"Eu tive um sonho onde eu poderia respirar pela primeira vez. Meu sol estava nos meus olhos e é tão bom".

Como em muitos outros vídeos, That Poppy parece estar aludindo ao fato de que ela está presa e aprisionada por pessoas sombrias - como um escravo MK. Outro fato estranho sobre esse vídeo: seus tornozelos parecem estar feridos.

Seus tornozelos machucados são uma sutil referência
 ao trauma e tortura da programação Monarca? 

Em My Past, That Poppy diz que ela não se lembra muito do seu passado - da mesma forma que os escravos que receberam lavagem cerebral perdem sua personalidade básica e se tornam "listas em branco".

"Meu passado está cheio de mistério e confusão. Às vezes eu penso sobre o meu passado e vejo tudo nebuloso... quase como se não existisse. Se meu passado não existe, isso significa que eu não existo?"

Portanto, um grande número de vídeos de That Poppy aludem direta ou indiretamente a conceitos específicos de controle mental. Os vídeos também estão cheios de simbolismo associado ao controle mental monarca. Aqui estão alguns deles.

Em "Butterflies", That Poppy continua se perguntando "Aonde as borboletas vão?", 
enquanto há adesivos de borboleta em seu rosto. As borboletas são usadas pela elite 
oculta para representar o controle mental monarca porque a monarca é um tipo
 de borboleta.

Vários vídeos apresentam That Poppy escondendo um olho, ou seja, 
fazendo o sinal do "um olho", indicando que ela é uma escrava da
 indústria. Neste print, a coisa que ela está segurando é uma droga.

Muitos equipamentos e acessórios usados ​​por 
That Poppy mostram olhos e globos oculares - mais uma
 vez indicando que ela é controlada pela elite oculta.

Se você leu outros artigos neste blog, você reconheceu provavelmente todos esses símbolos que são tidos como "símbolos de controle mental Illuminati". Outros vídeos de That Poppy se referem a outro aspecto da indústria: um satanismo sutil.

Satanismo Sutil

Vários vídeos aludem a religião, magia negra, rituais e satanismo.

Em A Microphone, That Poppy diz palavras em um microfone que produz um eco bizarro.

Há um globo ocular em sua cabeça.

Ela diz:

"Minha parte favorita da Monster Energy Drink é o logotipo."

Ela provavelmente se refere à popular "conspiração" sobre o logotipo da Monster que significaria 666 em hebraico.


Logotipo da bebida energética Monster = 666. 

Ela então faz perguntas aos espectadores e aguarda a resposta (como se ela fosse Dora, a aventureira):

"O que mais podemos dizer?... ooo Eu gosto disso... do diabo.

Ela gosta do diabo.

Em Pink Outfit, That Poppy diz:

"Alguém me deu essa roupa rosa para vestir. É muito confortável e me sinto bem nela."

Ela então repete "roupa rosa" e outras frases várias vezes, no que parece ser PNL (programação neuro-linguística) que dá a sensação de que o espectador está recebendo uma lavagem cerebral. Quando a câmera a mostra de corpo inteiro, ela diz:

"Por favor, admire minha roupa rosa."

Quando então vemos toda a roupa.

No vestido, há um contorno de uma cruz invertida - um símbolo do satanismo. 
O vestido cor-de-rosa transformou-a em uma cruz invertida de tamanho natural... 
e ela quer que seus espectadores a admirem.

Em Poppy Reads the Bible, That Poppy segura um microfone e lê a Bíblia por um bom tempo.

That Poppy lê a Bíblia por 49 minutos, sem uma única pausa.

Não há nada de "religioso" sobre a leitura da Bíblia de Poppy. Enquanto ela luta para ler palavras raras, nomes e frases da Bíblia em sua voz robótica, o processo se torna um exercício de absurdo. À medida que os minutos passam e That Poppy fica cansada de ler, sente-se um elemento bizarro de voyeurismo acontecendo, como se estivesse assistindo a um filme snuff suave, onde a leitura da Bíblia por um longo período de tempo é a tortura de escolha.

Em suma, vários vídeos de That Poppy incorporam sutis, mas claras referências ao satanismo. Na programação monarca, rituais  e imagens satânicas são usadas ​​para corromper e traumatizar escravos. Sabendo que ela está sendo dirigida por Satanic Sinclair - desculpe-me, eu quis dizer Titanic Sinclair - entendemos que ela é uma escrava MK que é forçada a celebrar o "lado negro" como parte de sua programação. Em alguns de seus vídeos, ela diz que quer escapar, mas isso nunca acontece.

Esse outro canal "oficial" do YouTube de That Poppy apresenta alguns vídeos musicais. Seu simbolismo é bastante claro: é tudo sobre ela sendo um escrava da indústria.

Lowlife

O maior sucesso de That Poppy, intitulado "Lowlife", é um tributo bastante claro para a indústria Illuminati.

A primeira cena do vídeo apresenta That Poppy sentada em uma
 cadeira, fazendo o sinal com a mão "Como acima, assim abaixo".

A cena é uma referência clara a 
Baphomet - o símbolo favorito da elite oculta.

That Poppy então se diverte com o próprio diabo.

Ao longo do vídeo, o diabo, pintado
 de vermelho, segue That Poppy. 

Ele senta com ela enquanto ela come... ossos 
humanos? Observe os olhos em seu vestido. 

Então That Poppy faz coisas que se espera dela como uma 
estrela pop, como assinar pôsteres de fãs com tinta (vermelha
 como o diabo) e festejar com uma limusine.

Considerando o vídeo e o contexto geral de tudo sobre That Poppy, a letra da canção assume um significado específico. A música é sobre a indústria Illuminati assumir controle sobre ela, que não poderia fazer nada por conta própria.

Velha mala, partida limpa
Eu sou o único que toma a culpa novamente
Novo dia, mas as mesmas linhas,
Eu sinto como uma vítima do sinal de dólar

Todos esses anos sozinha
Lutar a minha luta sozinha
Até que você veio, você não sabe
Você não sabe

Baby, você é o destaque da minha vida baixa
Tome um dia de merda e faça tudo bem, sim, tudo bem
Oh, em todas as circunstâncias
Sim, você faz a diferença
Baby, você é o destaque da minha vida baixa, vida baixa

Nessa letra, That Poppy fala sobre a procura de dinheiro e a indústria (representada pelo diabo) "fazer a diferença". O próximo verso é bastante desconcertante, pois parece se referir ao abuso.

Esse mau gosto, essas dores de cabeça
Acorde no chão novamente, ah, sim
Meu vestido rasgado, esse teste falhou
Logo eles serão apagados

Será que esse verso se refere ao trauma que será "apagado" através da dissociação?

Conclusão 

That Poppy tem ganhado um número cada vez maior de seguidores durante anos, levando a todos os tipos de "teorias" tentando explicar o que diabos está acontecendo. Tentar interpretar cada "pista" colocada nesses vídeos pode se tornar uma tarefa desnecessariamente demorada, no entanto, como visto acima, uma clara tendência transpira disso tudo. Através do absurdo, dos comentários sociais e da estranheza geral desses vídeos, encontramos o tema recorrente do controle mental Illuminati - a fórmula testada e verdadeira para transformar uma jovem estrela em uma fantoche que recebeu lavagem cerebral que, por sua vez, está sendo usada para fazer lavagem cerebral em seus fãs.

Dito isso, será que That Poppy está realmente sob controle mental ou é tudo uma grande atuação? Será que Titanic Sinclair é um manipulador MK real ou ele está simplesmente brincando de "conspiração"? Estamos testemunhando controle mental real ou uma estratégia de marketing inteligente? Difícil de dizer. Uma coisa é certa, That Poppy está realmente ligada a uma gravadora de alto nível, onde as pessoas não brincam. Além disso, e mais importante, That Poppy é outra prova de que isso é basicamente o único tipo de mensagem e simbolismo que são permitidos serem associados a ela, e a maior parte da cultura pop. Eles querem que esse simbolismo de controle mental Illuminati seja legal, viral, moderno, experimental e assim por diante. Embora alguns possam ver That Poppy como algo inovador, ela está só repetindo a mesma história que estava sendo contada por "Umbrella", de Rihanna, há 10 anos - e por inúmeros outros mais tarde. A única coisa que mudou é o tom geral e o formato de entrega que foi adaptado aos hábitos de visualização dos jovens de hoje que amam vídeos curtos, virais e absurdos. No entanto, no final, a mensagem é a mesma: os Illuminati são comemorados como o destaque desses artistas... até que a elite termine com eles.

Fonte: VC

Veja Mais
Ladies' Code "Galaxy" está celebrando a Morte de Dois Membros do Grupo?
A-Jax e Ladies' Code: Dois Exemplos Flagrantes da Cultura de Controle Mental no K-Pop