, ,

O Significado Oculto de Taylor Swift "Look What You Made Me Do"

quinta-feira, 31 de agosto de 2017 Leave a Comment

O vídeo de Taylor Swift "Look What You Made Me Do" parece ser sobre ela tirar sarro de seus desafetos e dela mesma. No entanto, o simbolismo do vídeo refere-se diretamente ao lado sinistro da indústria do entretenimento e sua obsessão pelo controle mental.

Taylor Swift não é nova no jogo. No VMA 2009, mencionei que Taylor fez parte de um mega-ritual televisionado. O evento foi sua "iniciação" na indústria do entretenimento. Depois de ter sido "humilhada" por Kanye West durante um discurso, Taylor ressurgiu, vestida de vermelho, como uma artista nova e consagrada. A partir daí, o trabalho de Taylor começou a ser contaminado pelos códigos e simbolismos da elite oculta.

Assista à análise em vídeo:


Oito anos depois, no VMA 2017, Taylor Swift estreia seu novo vídeo "Look What You Made Me Do" (conhecido como LWYMMD no Twitter). A mensagem do vídeo não poderia ser mais clara: ela agora é uma escrava total da indústria. 

A maioria das fontes da mídia que tentaram "decodificar" esse vídeo apontou apenas os "shades" dirigidos a Kanye West, Kim Kardashian, Katy Perry e a seu ex-namorado Calvin Harris. No entanto, ao fazer isso, eles ignoram cerca de 90% das imagens do vídeo. Há algo mais além acontecendo.

Para aqueles que já estão cientes, o vídeo pode ser visto quase como um "tudo o que você precisa saber sobre o simbolismo MK". De fato, o vídeo aborda muitas imagens e conceitos que têm sido discutidos neste site há anos. Aqueles que governam a indústria do entretenimento precisam fazer a cultura monarca estar constantemente na vanguarda da cultura popular. Agora é a vez de Taylor Swift trazê-la em pleno vigor, com um vídeo que está quebrando recordes no YouTube e no Spotify.

LWYMMD é, de fato, um manifesto monarca bastante óbvio. (Se você nunca ouviu falar da programação Monarca, uma subseção do projeto MKULTRA da CIA, leia este artigo primeiro).

O objetivo principal da programação Monarca é programar escravos criando várias personas que podem ser ativadas quando quiserem. A programação Beta (também programação Sex-Kitten) é usada para criar escravos sexuais a fim de serem traficados no submundo da elite oculta.

Notícia rápida: a indústria do entretenimento está cheia de Beta Kittens.

Notícia rápida: A elite se gaba disso nos meios de comunicação usando artistas como Taylor Swift.

Eles a Fizeram Fazer Isso

Para entender o verdadeiro conceito do vídeo, não é necessário analisar muito além do título, que em português traduz-se por "Veja o que você me fez fazer". Isto é, os manipuladores da indústria controlam Taylor Swift e a fazem fazer o que for necessário para promoverem suas agendas.

O vídeo descreve simbolicamente o que acontece com estrelas que ficam presas nos níveis mais altos do setor do entretenimento ocultista. Embora recebam um sucesso insano, elas também se tornam escravas da indústria, sem vida própria. Seu som, imagem e até mesmo sua personalidade são moldados à vontade daqueles que estão nos bastidores. O vídeo não apenas retrata Taylor como uma escrava da indústria, mas também anuncia que ela "subiu" paradoxalmente ao status de "Grande Sacerdotisa". Parece ridículo? Talvez fosse ridículo... se o vídeo não fosse tão direto.

O Vídeo

A mídia de massa tem tentado arduamente decodificar o vídeo. No entanto, a maioria dos críticos perde completamente o principal tópico subjacente.


"O vídeo é divertido, se não um pouco maluco. É certamente o vídeo de música pop mais audaz e ambicioso desde que Beyoncé lançou Lemonade na primavera do ano passado, repleto de pirotecnia e de dezenas de mudanças de figurino, mas não equivale a muito mais do que uma sucessão de imagens desconectadas".

– The Guardian, Look what you made her do: decoding the disses of Taylor Swift’s new video


O vídeo não é uma "sucessão de imagens desconectadas". Na verdade, é muito linear e coerente. No entanto, para entender a narrativa em questão, é preciso saber algumas coisas sobre a programação Monarca.

O video começa com uma Taylor Swift zumbi surgindo dos mortos.

Zumbi Swift sai do túmulo e começa a
 cantar sobre alguém que ela não gosta.


Eu não gosto de seus joguinhos
Não gosto do seu palco inclinado
O papel que você me fez fazer
De boba, não, eu não gosto de você
Eu não gosto do seu crime perfeito
De como você ri quando mente
Você disse que a arma era minha


O primeiro verso é dito ser para Kanye West e/ou Katy Perry porque ambos se apresentaram em palcos inclinados. No entanto, quando se considera o contexto do vídeo, ela também pode estar cantando para seus manipuladores que "jogam joguinhos" para programá-la e que a empurram para "os papéis que eles a colocam para fazer".

Então, vemos a zumbi Taylor enterrando a velha Taylor.


A velha Taylor Swift está morta e está sendo enterrada 
por uma nova Taylor Swift. Esta é uma imagem Monarca
 clássica que representa a criação de uma nova persona.

Essa imagem do cadáver de Taylor está justaposta com a nova persona que está deitada em diamantes.

Taylor está se banhando em diamantes e
 jóias, ao lado de uma única nota de dólar.

Na programação MK, os diamantes são usados ​​para identificar os escravos Sex-Kitten que se elevam ao nível "mais alto" e se tornam "modelos presidenciais".


"Para sinais de reconhecimento, os escravos Monarca usam diamantes para significar que são modelos presidenciais, rubis para significar sua programação Oz para prostituição e esmeraldas para significar sua programação para fazer negócios com drogas".

– Fritz Springmeier, The Illuminati Symbolism to Create Mind Control Slaves


Na próxima cena, Taylor é coroada "alta sacerdotisa" da indústria. Como? Recriando o cartão de tarô da Alta Sacerdotisa.

Taylor senta-se entre dois pilares enquanto serpentes sobem pela escada.

O cartão de tarô da Alta Sacerdotisa  retrata uma 
mulher entre os pilares maçônicos Jaquim e Boaz. 

Em artigos anteriores, afirmei que Madonna era considerada uma Sacerdotisa da indústria. Parece que Taylor já alcançou esse status também.

Mas por que essa grande sacerdotisa está cercada de cobras?

Serpentes por toda parte.

Será que as cobras representam Taylor Swift fazendo o papel de cobra depois de ter sido chamada assim por Kim Kardashian nas mídias sociais? De certo modo, sim. No entanto, considerando o contexto oculto dessa cena, as cobras também representam um conceito mais profundo. De fato, nas escolas de mistérios, a serpente está associada a Lúcifer - o portador da luz - o "salvador" que trouxe o conhecimento para Adão e Eva, convencendo-os a morder a maçã proverbial. Ela é agora uma grande sacerdotisa no sistema da elite oculta.

Em cada pilar está inscrito ET TU BRUTE, uma frase latina que é popularmente traduzida por "Até tu, Brutus?". Essas palavras foram tornadas famosas na peça de William Shakespeare, "Julius Caesar", dito por César enquanto ele estava sendo esfaqueado até a morte pelo seu amigo e protegido Brutus.

O que isso significa no contexto de Taylor Swift? Ela é o Júlio César da indústria que continua sendo esfaqueada por indivíduos mais baixos? Tanto faz. Porque, na próxima cena, entendemos que, apesar de ser uma Sacerdotisa e semelhante a Júlio César, ela ainda está sujeita à vontade de seus manipuladores.

À medida que Taylor repete o trecho da música 
"Veja o que você me fez fazer", ela bate seu carro. 

Taylor parece tão elegante enquanto bate seu 
carro. A autodestruição está tão na moda agora. 

Por que Taylor Swift canta "Olha o que você me fez fazer" enquanto bate seu carro? Quem a fez fazer isso? Quando Swift sai do carro, as coisas ficam simbolicamente claras.

Taylor está vestida com um casaco felino - a maneira de identificar
 as Beta-kitten da elite oculta. Para tornar as coisas mais óbvias, há 
um felino ao lado dela. Ela está segurando seu troféu do Grammy, 
lembrando-nos do verdadeiro custo de estar sob esse doce holofote.

Quando Swift canta "olha o que você me fez fazer", ela está realmente cantando para a indústria que a possui. Ela controla sua ascensão para o sucesso e suas quedas, empurrando-a para a auto-destruição (e até a morte), se necessário.

A próxima cena mostra claramente o que realmente significa ser uma estrela da elite.

Taylor senta-se em um balanço dentro de uma gaiola de pássaros.

Os seres humanos presos em gaiolas de pássaros são um símbolo recorrente para identificar escravos MK na cultura popular. Esse símbolo específico foi identificado várias vezes nas nossas análises.

Enquanto balança na gaiola, Taylor canta:


Eu não gosto das chaves do seu reino
Elas um dia já pertenceram a mim


Esse é um vocabulário MKULTRA flagrante. Os manipuladores na programação MK obtêm as "chaves do reino" de um escravo ao tomar controle de sua personalidade principal - seu verdadeiro eu.

Embora ela esteja bebendo champanhe e comendo lagosta
 (representando a boa vida), Taylor está presa atrás das grades, enquanto
 um grupo de guardas observa todos os seus movimentos. Ela não é livre.

As próximas cenas representam Swift como uma Beta Kitten que lidera um grupo de outras Beta-kittens.

Aqui, Taylor Swift usa uma máscara de gatinha enquanto usa 
uma camisa Gucci que possui uma cabeça felina. Na camisa estão
 as palavras "cego pelo amor". Os escravos MK são de fato cegos. 

Na cena acima, Taylor e seus seguidores ganham dinheiro com uma empresa de streaming. Foi isso o que realmente aconteceu?

Em outra cena, Taylor é a chefe de um exército de meninas. 

 Taylor fala com uma multidão de meninas
 enquanto gatinhos hipnóticos aparecem nos telões.

De acordo com a mídia de massa, essa cena estaria imitando o "time" de modelos com o qual Taylor gosta de sair. Isso pode estar correto. No entanto, as imagens são muito mais profundas do que isso.

As meninas parecem ser de plástico 
sem vida, como robôs. Novas Beta Kittens.

Como uma alta sacerdotisa, Taylor tem poder e influência sobre a próxima geração de "robôs" da indústria.

Aqui, as robôs estão no chão, sem vida e desmembradas. Mais uma vez, 
esta é uma maneira clássica de descrever os escravos MK que ficam impotentes 
fraturados. Apesar de Taylor ser colocada em uma posição de poder, ela 
usa uma enorme gargantilha, lembrando-nos de que ela também continua
 sendo uma escrava Beta.

A Velha Taylor Está Morta

O final do vídeo descreve a morte da " antiga Taylor" e o nascimento de mais uma persona.

Vestida de preto, a nova Taylor se sobressai
 entre as suas personalidades anteriores.

Enquanto canta "Look What You Made Me Do", Taylor dança
 ao estilo de Beyoncé. Sim, eles a fizeram dançar assim, e, também, 
eles mandaram-na fazer aquele sinal sutil do "um olho". 

A próxima cena é outro clássico simbolismo monarca.

Swift se afasta de um carro explodindo 
enquanto usa o uniforme Beta Kitten.

Esta cena é mais um cliché da indústria Monarca. Precisa de um exemplo? Ok, aqui está a cena final do vídeo de Iggy Azalea, "Change Your Life".

Iggy Azalea se afasta de um carro em chamas enquanto está vestindo 
uma blusa com um grande Olho que tudo vê (símbolo dos escravos da 
indústria). O clube de striptease é chamado "Cheetahs" - uma referência
 à programação Beta Kitten. Veja o meu artigo sobre este vídeo aqui.

Então Taylor diz:


"Me desculpe, a velha Taylor não pode vir ao telefone agora".

"Por quê? Porque ela está morta!"


O vídeo termina com as múltiplas personas de Taylor Swift discutindo uma com a outra.

Ao longo dos anos e com cada álbum, Taylor trocou estilos
 e personas. Nesta cena, todas elas discutem uma com as outras, 
mostrando como elas são diferentes e criadas artificialmente.

Em um momento, a Taylor zumbi diz a Taylor dos primeiros dias:


"Parem de agir como se vocês fossem todas legais. Vocês são tão falsas".


Esse é o objetivo de tudo. Tudo a respeito dela é falso. Ela sempre será remoldada e remoldada para atender a vontade de seus manipuladores. Qual delas é a Taylor real? Quem é que sabe? Oh, seus manipuladores sabem.

Conclusão

Alguns podem dizer: "Cara, você está exagerando. Esse vídeo é sobre Taylor Swift dando o troco em Kanye, Kim, Katy, Calvin e outros. É isso aí. Eu li isso no E!Online, então eu já sei tudo, cara." Mas, irmão, pense nisso por um segundo. Kanye entrou num completo colapso no ano passado e foi internado num hospital à força. Ele supostamente sofreu perda de memória e ainda não se recuperou. Toda a família Kardashian/Jenner tem estado, há anos, relacionada a tudo sobre a programação Beta-Kitten e Katy Perry tem sido uma ferramenta da elite há anos. Em suma, estamos testemunhando marionetas insultando outras marionetas. Nos bastidores, os mestres de marionetes são os mesmos. Não há uma "treta" de verdade, apenas dramas ridículos e fabricados de pessoas que vivem em um ambiente tóxico.

Como em tudo na história, a verdade sobre LWYMMD está no simbolismo. Através de imagens fortes, o vídeo retrata Taylor Swift em ascensão num sistema sinistro de controle e exploração. Estrelas como Taylor estão à mercê das pessoas que as controlam. E quando esses artistas são mandados fazer algo, seja construtivo ou autodestrutivo, eles ou fazem ou entram em colapso. E quando eles o fazem, tudo o que podem dizer é: "Olha o que você me fez fazer".

Fonte: VC

Veja Mais
O Verdadeiro Significado do Vídeo de Taylor Swift "Style"
A Apresentação de Taylor Swift no AMA 2012 - Um Típico Ritual de Iniciação


47 comentários »

  • Matusse do Prado said:  

    "Não há uma 'treta' de verdade, apenas dramas ridículos e fabricados de pessoas que vivem em um ambiente tóxico".
    Acho que você resumiu bem a ideia neste trecho!
    Também penso da mesma forma. Sim, é tudo fabricado. Até as tretas... A cada dia que passa esse ocultismo está mais explícito, mas mesmo assim as pessoas insistem em ignorar.
    Parabéns pelo trabalho!
    Não ligue para as opiniões contrárias e superficiais que certamente virão, pois seu trabalho é bastante esclarecedor!

  • Alice said:  

    Estava muito ansiosa pela sua review, desde que vi o clipe pela primeira vez notei o simbolismo, a cena do carro lembra bastante também a um que você comentou,'Loyalty' do Kendrick quando ele bate o carro e nem se machuca demonstrando que tem uma força maior sobre ele. Taylor começou sua carreira sendo uma menina romântica que usava tons pastéis e aspirava pureza, com certeza nessa nova era virá rebelde e ouso dizer que até vulgar no estilo Rihanna, provavelmente isso influenciará muito sobre o público dela que em sua maioria são adolescentes vulneráveis e sem personalidade densa.

  • alex_cullengc@hotmail.com said:  

    Muito bom! Pensei exatamente como tudo que você escreveu, é bem óbvio e nítido o clipe, mas tem gente que se deixa levar pelas tretinhas, é muito mais profundo, Taylor Swift vai ser a nova Princesa ou Rainha do Pop, ela é muito obediente aos seus manipuladores e determinada a coroa, acho que ela vai conseguir.

  • Carlos Augusto said:  

    "Me desculpe, a velha Taylor não pode vir ao telefone agora".

    "Por quê? Porque ela está morta!"

    Isso aí tá explicito cara, nem fazem questão de esconder.

  • Leonardo Santos said:  

    Taylor é uma das maiores cantoras dessa geração, uma gênia e olha que eu não gostava dela.
    Ela simplesmente usou tudo o que a mídia e as pessoas falam dela ao seu favor e de uma forma muito debochada. Ela é muito inteligente e vai longe, não é atoa que está no sexto álbum e fazendo sucesso.
    Agora esse danizudo como sempre manipula tudo, mente, o mesmo papo batido de controle mental e blá, blá, blá.
    Enquanto isso as pessoas da verdade estão se preocupando com problemas reais como. O terrorismo na Europa, o furacão que atingiu o Texas, a Coréia do norte lançando mísseis nucleares, refugiados que tentam entrar na Europa morrendo no mar...
    Mas esse doente só sabe falar de controle mental. E os seus seguidores manipuláveis e estúpidos acreditam.
    Só pra deixar claro o que as 15 versões da Taylor realmente conversam porque alguém aqui está precisando aprender inglês.

    Gente!
    Pare de fazer essa cara de surpresa, é tão irritante.
    O que houve com aquela "vad**"?
    Não me chame assim.
    Pare de agir como se você fosse boazinha, você é tão falsa.
    Lá vem ela se fazendo de vítima de novo.
    O que você está fazendo?
    Pegando recibos, eu vou editar isso mais tarde.
    Eu gostaria de ser excluída dessa narrativa.
    Ooh, cala a boca!

    Agora gente por favor, vai viver. Essa coisa de illuminat e controle mental é lenda, Estórias. Vê se cresce.

  • Amanda said:  

    Otima analise,estava esperando por ela desde que saiu o clipe,desde que vi e por ser leitora assidua do blog consegui identificar as mensagens sibliminares... Gostaria que fizesse um post sobre o vma desse ano também. Abraços

  • Bruna Sales said:  

    Faz um posto sobre as Kardashians!

  • C said:  

    Krl, viajou legal kkkkkk A parte em que ela morre atropelada, ela está citando a parte de sua música Red, "Loving him was like driving a new maserati down a dead end street" que quer dizer "amá-lo era como dirigir um novo maserati em uma rua sem saída (ou rua da morte, no trocadilho em inglês" e o Grammy representa o prêmio que ela NÃO levou com esse álbum e queria muito. Taylor não é burra, ela é consagrada. Ela não pertence a esse povo "escravo" - se é que isso existe. Nem tudo é manipulação, a fama que deixa as pessoas doidas. Algumas enlouquecem, outras não. Simples

  • Unknown said:  

    Esperando os doentes por Taylor swift chorarem e espernearem

  • Sávio BR said:  

    Look What You Made Me Do é mais uma "música" horrível para idiotizar os jovens, igual milhares de outras que não são dignas de ser chamadas música. Deus guarde os nossos ouvidos e as nossas mentes. Não contribuamos mais com esta indústria, mas como mesmo?

  • amoeba said:  

    amem taylor swift rainha monarca

  • Teenage Girl said:  

    Estava esperando,ansiosamente,sua análise sobre o vídeo.
    Quando eu o vi,fiquei muito assustada por causa de toda simbologia do clipe. Confesso que não consegui tirar o clipe da cabeça,passei a semana procurando uma análise sobre o sentido real desse clipe e,até achei, mas era em inglês ou em espanhol, e finalmente você fez esse brilhante trabalho de decifrar e compartilhar o seu conhecimento com todos que desconheciam esse mundo tão obscuro da fama.

  • Unknown said:  

    Clipe da Miley Cyrus "youger now" é a msm situação.

  • Unknown said:  

    Cara eu até gosto da suas análises, mas quem manda na maçonaria e as mulheres e você não entendeu isso até hoje! Do grande segredo.. então você deveria rever o que você entende do sistema não é manipulação e governo embaixo do seus pés que a muito tempo junta dinheiro fortuna para problemas serem resolvidos e quando acontece o que a mídia quer algo tem que camuflar essa visão e você anda distorcendo todo assunto colocando mais marionetes em seu blog você está ajudando o sistema ou literalmente apagando ele ? Porque vamos analisar seu canal a sua logomarca trás diversos sinais de contratação de exoterismo a sua fixacao por Beta por monarca isso é usado não para o que você pensa e você sabe disso é distorce tudo é incapaz de deixar nossos comentários porque você sempre deleta críticas ... Vamos começar a colocar verdade no teu canal e entendeu a kaballah que esconde atrás de você e para você parar de ganhar dinheiro enganando as pessoas e ser livre de verdade porque você é mais uma marionete de distorcao de leigos.. joga limpo que seu blog ficará melhor.

  • Unknown said:  

    Lembrando que essa cena em que ela bate de carro em um poste é exatamente igual a cena de um clipe anterior da Madonna! Só não me lembro qual clipe mas é praticamente uma cópia!

  • Lady Fracasso (me salva superbowl) said:  

    KATY PERRY E TAYLOR SWIFT FADAS DO POP

    LADY GAGA FRACASSO DO POP, VENDEU A ALMA MAS HOJE NINGUEM MAIS SE IMPORTA COM ESSA MULHER

  • Ana Mencato said:  

    Se não acredita por que está aqui? Não entendo. Respeito pelo trabalho dele seria ótimo, para começar. Coerência é tudo.

  • wagner said:  

    Leonardo Santos Cala boca kkk tá nítido que quem está manipulado , alienado e cego é você , abra os olhos , alguém precisa aprender inglês ??? Você precisa aprender português antes de querer falar inglês. Estórias ????? Por favor né ������������������

  • Thalita Fernanda said:  

    Eu só não entendo uma coisa: se o objetivo dessas pessoas é manipular as massas, por que ficam colocando símbolos nos clipes e deixando tão na cara o que eles estão fazendo? Manipulares de verdade escondem, não é?

  • Marco Diaz said:  

    ps. a foto da xixara de café me fez lembras da xicara do filme da disney na bela e a fera , concordam ?

  • Unknown said:  

    Perfeito seu comentário.

  • Unknown said:  

    Perfeito seu comentário. É olha que nem acho essa menina tudo isso que você falou. Mas esse papo de Iluminati, controle mental, etc,já deu.

  • Alane Matos said:  

    JÁ ESTÁ MAIS DO QUE NA HORA DE VC ANALISAR ANITTA!

  • Daniela Houana said:  

    Faz um post sobre as Kardashian/Jenner

  • Unknown said:  

    no trecho sobre a Taylor de ALTA SACERDOTISA, na foto dela de vermelho (mesma foto do inicio da materia). ela está com uma posiçao muito semelhante a pose classica de baphomet

  • Viajante Futuro said:  

    90% das suas interpretações não fazem sentido. Ao invés de representar esse "simbolismo" lunático que você enxerga até numa borboleta voando, ela fez referências a vários outros artistas. (Exemplo: A Taylor quis representar a Katy Perry na cena do carro, uma referência a capa do single "Unconditionally", não que ela é uma escrava mk ultra que bateu o carro por causa do controle mental)

  • Viajante Futuro said:  

    britney eu te odeio cadela que faz os filhos de frisbee humano

  • Nai Carvalho said:  

    Gostei, muito esclarecedor.
    Já havia notado vários indícios de programação MK.
    Faz uma análise desse sucesso todo da Anitta.
    Aquela ali não me engana, os illuminatis tá fazendo ela chegar onde nenhum artista brasileiro chegou.
    E a moça é arrogante demais.

  • Simonxxxxxxxxxx said:  

    Nossa. A pessoa escreve "as 15 versões da Taylor" e "controle mental não existe" no mesmo texto. Se toca, garoto! Esse tal de controle mental MK ultra que você diz não existir é bem mais real do que essas tragédias (maqueadas e teatrais) que citou acima. Boa noite

  • Simonxxxxxxxxxx said:  

    Nossa. A pessoa escreve "as 15 versões da Taylor" e "controle mental não existe" no mesmo texto. Se toca, garoto! Esse tal de controle mental MK ultra que você diz não existir é bem mais real do que essas tragédias (maqueadas e teatrais) que citou acima. Boa noite

  • Ka ique said:  

    Katy Perry também é uma Grande Sacerdotisa. Pode-se notar muitos desses símbolos nela e em outras cantoras pop de sucesso. No clipe de Dark Horse (música de maior sucesso no mundo em 2014), Katy revelou uma nova persona soberana (Katy Patra, referência a CleoPATRA rainha do Egito); no clipe podemos ver símbolos óbvios como:

    Trono
    Colunas B e J
    Cálice
    Olho de Hórus
    DIAMANTE*
    Katy no topo de uma grande pirâmide

  • Janine Peres said:  

    Eu estava esperando por isso .Sensacional.

  • Gabriela Lima said:  

    Primeiramente, "Estórias" é com H, assim sendo, histórias.
    Como pode cometer tanta falácia em um único comentário?
    A finalidade deste site, e todo conteúdo passado aqui, é informar aqueles que acreditam nessa indústria mundanamente suja e de seus atos inimagináveis, que já foram milhões de vezes comprovados como verdade.
    Se tua ignorância é tamanha para não compreender os fatos exibidos e comprovados aqui, só lhe peço umas coisas:
    Respeite aqueles que acreditam no assunto. Você ao menos nem conhece o Dani, e tenho convicção de que não convive com ele para saber se ele está ou não ciente dos acontecimentos gerais.
    Sou eternamente grata por ele ter aberto meus olhos sobre essa indústria suja e satânica que pessoas como ti são incapazes de compreender. Boa noite!

  • Taisa Alves said:  

    Eu concordo com boas partes, mas n todas.
    O final me parece que as Taylors, principalmente, a de óculos é a verdadeira Taylor, tanto que ela e uma outra são as mais ridicularizadas.
    Acho q é uma certa nostalgia, como se no fundo ela sentisse saudades de quem era, mesmo que anted a vissem inocente e ridícula.

  • Luanna Vieira said:  

    Por favor faça um post sobre o Santander cultural,eles fizeram uma exposição apoiando pedofilia, zoofilia e escarnecendo da fé cristã

  • Alguém said:  

    Cara fala sobre Halsey têm alguns clipes dela que São bem estranhos , por exemplo da música Now or Never , dá olha lá fale-nos que vc acha .

  • Leonardo Santos said:  

    Acho que quem precisa aprender a língua portuguesa é vc. Estória com E significa que são contos fictícios como o conto da Cinderela, Branca de Neve e Lendas como vampiros e Lobisomens.
    Agora História com H já são fatos que realmente aconteceram como a primeira e segunda guerra Mundial, a guerra fria.
    Eu digo como vocês são estúpido e manipuláveis. Rsrsrs
    Só rindo da cara de alguns.

  • Leonardo Santos said:  

    Estória com E significa que são contos fictícios como o conto da Cinderela, Branca de Neve e Lendas como vampiros e Lobisomens.
    Agora História com H já são fatos que realmente aconteceram como a primeira e segunda guerra Mundial, a guerra fria.
    Eu digo como vocês são estúpido e manipuláveis. Rsrsrs
    Só rindo da cara de alguns.

  • Leonardo Santos said:  

    Aí, falou a entendida no assunto Illuminat. Aí meu Deus, estou falando com uma expert.
    O Danizudo sabe tudo também né? Vive dentro da maçonaria, tomando café e conversando com os maçons.
    E aí eles falaram tudo para o Danizudo escrever aqui.
    Pra pessoinhas burras como você que não sabe a diferença entre Estórias e Histórias acreditar.
    Aí meu Deus alguém avisa a Anitta que os Illuminat estão de olho nela também.
    Vão levar ela para um hospital psiquiátrico e controla lá.
    Rsrsrs

    Esse mundo está mesmo no fim.

  • Mr. Pudding said:  

    historias é quando se trata do passado, estorias sao contos, sendo assim ele escreveu certo vc que precisa de umas aulinhas :)

  • Mr. Pudding said:  

    n teve pedofilo na exposição e a "zoofilia" q teve foi uma critica a pessoas q cometem zoofilia e a questao de zoar o cristianismo depende do ponto de vista ate porque existe uma coisa chamada licença posta

  • Unknown said:  

    Para os Pasquales de plantão aqui nos comentários: a palavra "estória" embora presente em alguns dicionários não é aceita na norma culta, e segundo a Exame, foi abolida oficialmente em 1943.
    Hoje em dia se usa história tanto para fatos passados quanto para ficção, Bjs.

  • Cíntia Andrade said:  

    Só homens podem entrar nessa joça. Qual a prova de que são as mulheres que comandam mesmo com essa restrição?

    meu nome: Cíntia

  • Cíntia Andrade said:  

    Só homens podem entrar nessa joça. Qual a prova de que tudo isso é comandado por mulheres? '-'

  • Diego Silva said:  

    Eu só queria entender o que gatos tem a ver com suposto controle mental?

    Se eu tenho gatos em casa, quer dizer que estou sendo controlado e manipulado?

  • Rafaelly Monte said:  

    Kkkkk o que vc está fazendo aqui ? Se nem ao menos entende o que é dito aqui.

  • Leave your response!

    NÃO serão aceitos comentários que:

    - Forem desagradáveis;
    - Contiverem LINKS, SPAM, endereços eletrônicos;
    - Usarem CAPS excessivamente;

    Seus comentários poderão levar algumas horas para aparecer nesta página. Eles não serão necessariamente respondidos pelo autor.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste site.