Vídeos Infantis no YouTube: Há Alguma Coisa Muito Errada

sábado, 17 de junho de 2017 60 comentários

Um grande número de vídeos do YouTube destinados a crianças contém conteúdo assustador, perturbador, violento e sexual. Alguns até fazem alusão ao abuso infantil. É hora de examinar mais de perto esses vídeos que geram milhões de visualizações por dia.

Aviso: este artigo contém imagens perturbadoras... embora tenham sido tiradas de vídeos infantis.

Não existe uma maneira mais fácil de fazer uma criança ficar quieta do que lhe entregar um tablet ou smartphone. Crianças pequenas já sabem como postar no YouTube, reproduzir vídeos e até mesmo navegar para outros "videos recomendados". Isso mantém as crianças quietas e entretidas por longos períodos de tempo - um luxo que os pais ocupados apreciam muito.

Embora a maioria dos pais ouça a música infantil que é tocada no fundo, eles raramente observam os vídeos reproduzidos pelos seus filhos. Quando olham para tela, eles vêem um personagem como o Homem-aranha ou a Princesa Elsa e acham que está tudo certo. Mas tudo não está certo. Há algo terrivelmente errado com alguns vídeos do YouTube para crianças e, muitas vezes, aqueles que os criaram não tinham as melhores intenções.

Uma grande quantidade desses vídeos contém conteúdo estranho, perturbador, violento e mesmo traumatizante. Eles são insidiosamente misturados com outros vídeos infantis, fazendo com que apareçam nos "vídeos recomendados" pelo YouTube e, portanto, sejam facilmente acessíveis pelas crianças.

Não falo de videos raros e obscuros escondidos nas profundezas do YouTube. Estou falando de canais que acumulam bilhões de visualizações.

Claro, a principal motivação por trás desses vídeos é o lucro. Tudo o que é preciso são alguns trajes de super-heróis e um smartphone para criar vídeos que possam gerar muitas receitas.

No entanto, alguns desses vídeos simplesmente não estão certos. Parece haver uma motivação que vai além do lucro. Alguns vídeos enganam as crianças para fazê-las assistir o conteúdo traumatizante, outros as expõem a situações estranhas ou "adultas". Pior ainda, alguns parecem atender aos adultos... que gostam de ficar olhando para crianças. Aqui estão alguns exemplos desses vídeos no YouTube (não vou estar deixando o link de nenhum desses vídeos ou canais porque não quero ajudá-los a obter mais visualizações).

Enganando Crianças 

Alguns canais usam personagens populares para fazer as crianças assistir a material violento e perturbador. A BBC informou recentemente sobre alguns desses vídeos.

Mickey Mouse tem a orelha cortada com uma tesoura. Muito sangue.

Um pequeno e malvado Homem-aranha corta 
a parte de cima do biquíni de uma menina.

Em outro vídeo perturbador, Peppa Pig se 
transforma no Venom e parece bastante demoníaca.

Explorando Medos e Terror

Muitos vídeos exploram claramente o medo visceral das crianças e a repulsão a certas coisas, como sangue, seringas, corte na pele, tarantulas, palhaços malvados atacando-as, etc. As crianças estão horrorizadas com o que estão assistindo, mas elas não conseguem desviar o olhar porque o conteúdo é envolvente.

Um grande número de vídeos gira em torno do tema do corte aberto do 
estômago e da extração de todo tipo de coisa estranha e horrível. Neste vídeo, 
um bisturi corta o estômago do urso e um grande verme nojento aparece.

Neste vídeo, uma "enfermeira" abre o estômago de uma pequena menina 
tira todos os tipos de objetos assustadores, como uma enorme faca de cozinha.

Aqui, alguém vestido de Coringa 
ameaça jogar um bebê na privada. 

Neste vídeo, bebês falsos e assustadores
 são cobertos por aranhas e baratas.

Uma tarantula gigante rastejando sobre
 uma garota dormindo com uma chupeta.

Neste vídeo, um urso fica preso na máquina de lavar enquanto os membros
 da família deixam cair suas roupas sujas dentro dela. Durante todo o tempo, 
uma versão horrível da música "Daddy Finger" toca no fundo. Tantos vídeos 
apresentam essa música - como se algo nela cativasse a atenção das crianças.

Situações Adultas

Alguns vídeos são claramente sexuais - de forma assustadora e pervertida.

Este vídeo sugere fortemente alguma
 coisa entre o Homem-aranha e a Elsa.

Aqui, o Homem-aranha agarra os seios de Elsa por muito tempo. 
Hulk e um bando de outros caras ficando assistindo no fundo.

Todo o vídeo mostra Elsa e o Homem-aranha em todos os tipos de... posições.

O YouTube também é rápido em recomendar um monte de outros vídeos semelhantes. 

 Cada vídeo tem milhões de visualizações.

Abuso Infantil

Vários canais do YouTube mostram crianças pequenas em todos os tipos de situações estranhas. Além do fato de que essas crianças podem estar sendo forçadas a aparecer em centenas de vídeos com fins lucrativos, elas  também são muitas vezes colocadas em situações traumáticas. Aqui estão os prints de um canal chamado MaddaKenz Vlogs, onde as meninas muitas vezes parecem estar infelizes e angustiadas.

Muitos vídeos mostram as garotas gritando ou chorando sem parar. Neste vídeo, 
esta garota tem algo em sua boca que tem um gosto horrível... e ela é obrigada a
 mantê-lo na boca... Ela não parece estar fingindo. Mais tarde, no vídeo, elas comem
 neve com xixi de cachorro. Espero que seja um xixi falso, mas mesmo assim, né.

Aqui, uma garota tira algo da privada e força 
a outra garota a por na boca. Ela não gosta disso.

Em outro vídeo, um cara assustador com maquiagem de
 palhaço entra na casa das meninas e começa a agarrá-las
enquanto elas gritam e tentam resistir a ele.

As coisas ficam ainda mais estranhas - ao ponto de eu me sentir desconfortável mesmo tirando prints. Mas essa imundície precisa ser exposta.

Duas garotas sentadas numa banheira vestidas de sereia. Que 
tipo de pessoa se sentaria para ficar observando isso? Você sabe quem.

As meninas recebem batom e começam a esfregar o rosto com
 ele. Existem vídeos adultos reais que mostram esse tipo de coisa.

Servindo os Pervetidos

Infelizmente, existem outros canais que produzem esses tipos de vídeos.

Há toneladas de vídeos estranhos de crianças com roupas 
de banho recebendo uma injeção na bunda. POR QUÊ???

Uma menina com roupa curta parece estar sangrando, 
e há insetos à sua volta. TUDO neste vídeo está errado.

Os "vídeos recomendados" levam a um monte de 
thumbnails perturbadoras e muito mais conteúdo.

Conclusão

Visualizar esses vídeos para escrever este artigo foi uma experiência perturbadora. A maioria deles desencadeia a sensação de que algo está errado e que a inocência das crianças está sendo atacada por mentes doentias. Embora haja uma quantidade absurda desse tipo de conteúdo no YouTube (este artigo poderia ter sido 10 vezes maior), tentei expor os vários motivos pelos quais esses vídeos são perniciosos. Usando imagens abusivas, esses vídeos fornecem conteúdo perturbador diretamente no cérebro de crianças muito novas.

É de se perguntar como esses canais "amadores" podem explorar os personagens dessas crianças sem receberem ações de violação de direitos autorais. Além disso, muitos canais são claramente patrocinados por grandes marcas para produzir vídeos que fazem lavagem cerebral em crianças para consumir seus produtos (lembro-me de assistir a um vídeo onde o Hulk come Kocolos Kinder por 4 minutos sem parar). Obviamente, há muito dinheiro e grandes corporações por trás desses vídeos aparentemente baratos.

No entanto, o verdadeiro objetivo deste artigo não é sobre a moderação do YouTube, trata-se de vigilância: fique atento aos vídeos observados pelas crianças. Analise seus conteúdos. Basta alguns toques na tela para que as crianças acabem assistindo a vídeos feitos para envenenar suas mentes e chocar seu eu. E não se surpreenda se alguns desses canais de vídeo estiverem ligados a sistemas reais de abuso infantil.

Fonte: VC

Veja Mais

, , ,

Ataque Terrorista em Manchester: Comovendo os Jovens a aderir à Agenda da Elite Oculta

quarta-feira, 7 de junho de 2017 21 comentários

No dia 22 de maio de 2017, um atentado suicida ocorreu no Reino Unido, logo após um show de Ariana Grande no Manchester Arena. Vinte e dois adultos e crianças foram mortos e 119 ficaram feridos, alguns em estado grave. O Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade pelo ataque.

Esse atentado terrorista em Manchester foi um choque terrível para o mundo do entretenimento. Tanto esse ataque quanto suas consequências foram terríveis por vários motivos. Ele forçou o horror a crianças, matando dezenas delas e arruinando qualquer esplendor e inocência que restavam nos sobreviventes. O ataque juntou o mundo da música, da dança e do entretenimento com o mundo do medo, morte e horror.

Antes de ir mais longe, é necessário explicar a natureza que está por trás do Estado Islâmico. Ao contrário das aparências, não é um inimigo da elite mundial. Na verdade, o surgimento do Estado Islâmico foi "facilitado" pelo governo.

Em 2014, publiquei um artigo intitulado ISIS: Uma Criação da CIA para justificar a Guerra no Oriente Médio e a Repressão no Ocidente. Esse artigo é relevante até hoje. O Estado Islâmico ainda é usado continuamente para desestabilizar os governos contrários à elite, enquanto causam medo, pânico e terror nas principais cidades.

A agenda da elite está enraizada no medo, pânico e terror. Essas emoções são um recurso inestimável que podem ser usadas para moldar a sociedade com pouca ou nenhuma resistência.

O número de ataques terroristas e mortes atribuídas ao Estado Islâmico é assombroso e está se tornando, infelizmente, um "novo normal". Lugares de diversão, lazer, turismo e entretenimento estão sendo transformados em locais de carnificina. E, é claro, após cada evento, nenhum plano ou solução concreta é proposta. É quase como se eles desejassem que a sociedade moderna aceitassem a noção de que é "normal" que qualquer pessoa seja morta aleatoriamente em qualquer momento, sem motivo particular.

Existe alguma discussão geral sobre problemas como o Estado Islâmico e formas concretas de resolvê-los? Raramente. No entanto, um monte de outras "propostas" são colocadas em pauta - aquelas que já estavam claramente na agenda da elite há anos, simplesmente esperando o próximo ataque terrorista para poderem sair da gaveta novamente.

Aqui está o que Theresa May disse na sequência do ataque de Manchester:

"Theresa May diz que a Internet deve agora ser 
regulada após o atentado terrorista em London Bridge."

Aparentemente, o terrorismo precisa ser contido através da regulamentação da internet. May afirmou:


"Não podemos permitir que essa ideologia tenha o espaço necessário que precisa para procriar, mas isso é precisamente o que a internet, e as grandes empresas que fornecem serviços de internet, providenciam", disse May.

"Precisamos trabalhar com os governos democráticos aliados para chegar a acordos internacionais para regular o ciberespaço e prevenir a propagação do planejamento extremista e terrorista".


A resposta a cada ataque terrorista é mais um passo progressivo em direção a um estado policial total e altamente monitorado, que reprime todos os seus cidadãos. A única resposta à sociedade terrorista é, ao que parece, restringir os direitos básicos de privacidade, liberdade de expressão e democracia de TODOS os cidadãos. Nunca é sobre a compreensão da raiz de tudo... porque senão as coisas seriam reveladas. E eles não gostam quando as pessoas ficam sabendo qual é a real. Eles só querem que as pessoas tenham medo, e ao mesmo tempo escutem Ariana Grande.

Ariana Grande

O ataque de Manchester ocorreu em um cenário com forte valor simbólico. Ele ocorreu durante um show de uma estrela da indústria que é particularmente amada pelas crianças: Ariana Grande. E, no caso de você não ter lido outros artigos neste site, ela é uma ferramenta da elite - não muito diferente do Estado Islâmico (leia o artigo Ariana Grande: A Nova Queridinha da Indústria da Música Illuminati?). No entanto, Ariana trabalha no departamento de "entretenimento" da elite. Através dos poucos conglomerados de mídia que contratam e promovem um seleto grupo de estrelas, a elite usa esse sistema para moldar as massas - especialmente as mais jovens e impressionáveis ​​- para adotar ideias, valores e atitudes específicas.

Ariana Grande faz parte do sistema desde que era uma jovem adolescente que fazia o papel de "Cat Valentine" no programa Nickelodeon Victorious. Esse papel elevou seu status de "ídolo teen", uma plataforma que foi usada para lançar sua carreira de cantora.

Não ao contrário de outros ídolos teen, a carreira solo de Ariana Grande coincidiu com uma mudança de imagem drástica. Ela rapidamente se tornou uma figura usada na agenda "Sex Kitten", ou "Beta Kitten", usada para expor as crianças a imagens sexuais em uma idade jovem.

Na verdade, "Cat Valentine" de Victorious transformou-se em um Beta Kitten cantora.

Desde o lançamento de sua carreira musical, as "orelhas 
de gato" tornaram-se parte da marca de Ariana Grande.

Tudo sobre ela está relacionado a gatos.

Ariana Grande usa muitas vezes acessórios que poderiam 
ser usados ​​em bailes da elite ao estilo de "De Olhos Bem 
Fechados", onde Beta Kittens estão sempre envolvidas.

Gato.

Ao longo de sua carreira, Ariana Grande tem exibido o sinal do "um olho" em sessões de fotos, confirmando que ela também faz parte do sistema da elite.

De Cat Valentine para Ariana Grande: 
fazendo o sinal do "um olho" desde cedo.

Em 2016, Ariana lançou um novo álbum e uma nova turnê chamada "Dangerous Woman".



Se você analisar as coisas no geral, o que aconteceu em Manchester é profundamente perturbador. Milhares de jovens, atraídos pela intensa máquina de marketing por trás de Ariana Grande, foram levados para uma arena lotada. Uma bomba explodiu, matando e ferindo crianças, unindo violentamente o mundo do entretenimento da elite com o seu terrorismo, forçando toda uma geração a encarar o mal e o horror indescritível. 

Há algo perturbadoramente profético nessa imagem.

Se, no passado, os membros mais jovens da sociedade ocidental podiam evitar o fluxo constante de notícias deprimentes e terroristas ao concentrar-se no entretenimento, essa era agora claramente se foi.

Em resposta ao ataque, no dia 4 de junho, Ariana Grande trouxe o "One Love Manchester", um show beneficente para as vítimas do ataque. O show também contou com Miley Cyrus, Katy Perry e Justin Bieber. Esses artistas têm pelo menos duas coisas em comum. Primeiro, seu mercado-alvo é crianças e adolescentes. Em segundo lugar, eles são todos parte integrante da indústria da elite oculta e seus trabalhos inteiros estão encharcados com seu simbolismo. Tudo sobre eles refere-se ao lado escuro do controle mental e descreve o trauma, abuso e rituais ocultos.

Não muito diferente de Ariana Grande, Justin Bieber, 
Miley Cyrus e Katy Perry não são estranhos ao sinal do "um 
olho". Em um nível mais profundo, todos eles incorporaram 
plenamente os papéis de escravos MK servindo à elite.

Essas foram as estrelas escolhidas para "responder" ao terror e levantar as massas. Em uma escala mais ampla, eles representam uma "oposição mainstream" ao Estado Islâmico. Se você não gosta do Estado Islâmico e do terror, então você precisa abraçar esses peões da elite oculta. Eles são a resposta.

O logo de "One Love Manchester" apresenta as orelhas de coelho 
MK associadas ao álbum "Dangerous Woman" de Ariana Grande.

De forma apropriada, o show terminou com Ariana Grande cantando "Somewhere Over the Rainbow" - a clássica música de 1939 escrita para o filme "O Mágico de Oz".

No mundo da Programação Monarca, "além do arco-íris" é um código de dissociação. O filme "O Mágico de Oz" foi usado como um script de programação MK-ULTRA por décadas e a música é usada para induzir dissociação. O fato de que essa música é usada no final de um show para crianças, lideradas por representantes do sistema MK é bastante revelador.


"Além do arco-íris em Oz é para o escravo Monarca entrar em transe, e em uma certa área da programação. Ser flutuante em ambos os lados como observador e não participante ou para ir ao outro extremo e se tornar um participante.

A música-tema do filme diz: "Em algum lugar além do arco-íris... há uma terra onde os sonhos que você ousa sonhar realmente se tornam realidade". Essas letras são um método para confundir hipnoticamente o cérebro para sentir que a "experiência sobre o arco-íris" (que geralmente é um abuso horrível) é na verdade um "sonho". A mente dissociativa fica tão feliz que chama o trauma de sonho, que é vivido como uma realidade por um momento, mas, no entanto, é gravado pela mente como uma fantasia.

O termo para isso é a criptoamenésia, que significa o processo onde o funcionamento adequado da memória é hipnótico. O mundo interno do escravo torna-se "realidade" e o mundo real externo se torna a Terra de Oz, que é percebida como uma crença". 

– Fritz Springmeier, The Formula to Create an Undetectable Mind Control Slave


Da mesma forma que os escravos de controle mental estão expostos a um trauma intenso para induzir a dissociação, as massas são expostas ao trauma através do terror até ficarem "anestesiadas"... e então elas são ditas para "irem além do arco-íris". O medo do "terror" é a sua própria magia negra, e pode ser usado para contaminar as mentes, degradar a alma e, como continuamos vendo, perturbar a sociedade. As ondas de choque e dor que geram rapidamente se tornam parte da "psicosfera" e acabam definindo uma geração inteira. Eles alimentam a morte, o desespero e a angústia e procuram envenenar todos os aspectos da sociedade com ela. Não os deixe contaminar sua mente e não se deixe enganar pelos seus artistas.

Fonte: VC

Veja Mais